Como Criar Um Blog: Seja Bem Pago Pra Isso Em 14 Passos

0

Como Criar um Blog

Hoje em dia, criar um blog pode ser bom negócio em qualquer parte do mundo, pois essa é uma das formas de comunicação mais procuradas por quem deseja se informar a respeito de assuntos específicos através de fontes confiáveis.

Os assuntos são variados, como moda, beleza, turismo, gastronomia, tendências do mundo digital, dentre muitos outros.

Isso mostra que seja qual for a sua especialidade, sempre há oportunidade para começar algo novo e começar a ganhar dinheiro a partir desta poderosa ferramenta digital.

Mas afinal de contas, o que faz um blog ter ou não mais sucesso do que outro?

Apesar de não existir uma fórmula que possa ser usada por todas as páginas, certos detalhes são essenciais para qualquer blog, seja qual for o assunto.

Definição de uma temática interessante, desenvolvimento de conteúdos com altíssima qualidade, atenção quanto às informações que são divulgadas e comprometimento são alguns dos pontos fundamentais que todos os administradores e criadores de blog precisam levar em consideração.

Para você entender um pouco mais sobre o assunto e se tornar um expert no segmento, resolvi criar este post com dicas infalíveis para você que quer começar um blog ou mesmo para quem queira melhorar algum já existente.

Confira tudo logo abaixo!

1. Por Que o Tema do Blog é Tão Importante?

O primeiro passo rumo à criação do seu blog é a definição da temática que ele irá seguir.

Isso é importante para que ele possa se transformar em uma referência sobre o assunto que você escolher.

Por exemplo, imagine que será sobre confeitaria, então, a ideia é que as pessoas possam associá-lo de imediato a um espaço confiável em que estão reunidas informações importantes sobre aquele assunto (e depois você pode tirar proveito comercial disso).

Além disso, ter uma direção nesse sentido te ajudará a ter mais cuidado com o quesito qualidade, que logo abaixo você vai descobrir o porquê é tão importante se preocupar com isso.

O interessante da internet é que ela oferece abertura para que todos os assuntos sejam tratados…

desde aqueles mais populares até tópicos que não demonstram ter tanta audiência.

Mas independente disso, com visão estratégica e mente empreendedora, é possível emplacar várias novidades ao conhecimento do seu público, basta se esforçar para isso.

Aliás, a maioria dos blogueiros de sucesso em todo o mundo iniciou seu trabalho de forma despretensiosa e sem imaginar que um dia seu blog se tornaria algo rentável.

Então mantenha o seu propósito e seja fiel a sua ideia para conquistar espaço também.

Veja uma pequena lista de blogs famosos em vários nichos:

http://www.garotasestupidas.com/

http://www.blogdathassia.com.br/br/

http://www.jacarebanguela.com.br/

http://www.viverdeblog.com.br/

http://gizmodo.uol.com.br/

https://endeavor.org.br/

http://queroficarrico.com/blog/

http://www.depoisdosquinze.com/

http://www.viajenaviagem.com/

http://www.insoonia.com/

http://tecnoblog.net/

http://www.brainstorm9.com.br/

http://chegueiaomundo.com.br/

http://www.infomoney.com.br/

2. Como Definir o Melhor Tipo de Blog Para o Seu Perfil

Normalmente, para se escolher o tema do blog será preciso levar em consideração suas habilidades, experiências e interesses pessoais também.

Por exemplo, quem gosta de moda e entende tecnicamente sobre o assunto poderá trabalhar com mais facilidade nisso.

Um especialista em tecnologia poderá criar algo voltado para o compartilhamento de novidades deste nicho.

Então, tudo vai depender do que você gosta e tem interesse…

E o mais comum é blogueiros que se dedicam a assuntos que nem sempre fazem parte de sua vida profissional, mas sim de hobbies.

Centenas de blogs começaram por paixões em alguns assuntos que não eram o trabalho daqueles blogueiros.

Mesmo assim, por mais que o assunto seja considerado hobby para você, é preciso encarar a função de maneira profissional, caso sua intenção seja transformar essa “business idea” em algo maior e rentável a médio e longo prazo.

Com isso quero dizer que é preciso unir gostos pessoais com visão profissional.

Assim, tudo tem mais chances de dar certo e você consegue atingir seus objetivos com esse trabalho.

Importante: na maioria das vezes blogs não dão dinheiro de uma hora para outra, mas sim com muita experiência, erros e acertos no dia a dia.

3. A Que Detalhes Iniciais Eu Preciso Me Atentar?

Após definir o tema para o seu blog, o próximo passo será pensar em qual será o look and feel dele, ou seja, a identidade visual e aspectos gráficos.

Hoje, existem plataformas como o WordPress que oferecem templates prontos, tanto pagos quanto gratuitos, para as mais variadas necessidades.

Desde temas ligados a fotografia até gastronomia, basta escolher a opção que mais se adequa a sua necessidade.

Eu particularmente prefiro os temas pagos, que possuem muito mais qualidade e você pode encontrar no Theme Forest.

*Só uma curiosidade, aqui no Business Ideas por enquanto mudei 2 vezes de template apenas. Comprei neste site acima (Theme Forest).

O ponto positivo é que tudo já está pronto e você só precisará abastecer com as suas informações.

Mesmo um usuário sem a menor experiência no assunto poderá gerir o conteúdo, pois tudo é bem didático.

Após escolher o template, é hora de se preocupar com o domínio e também com a hospedagem da página.

O domínio é o endereço eletrônico (no meu caso é o www.businessideas.com.br) e no WordPress você tem acesso a domínios gratuitos, mas os mais personalizados são pagos (é pago, mas é baratíssimo – os brasileiros custam cerca de R$30 por ano!).

Para aqueles que se preocupam com a exclusividade, há também a opção de se contratar um designer profissional para criar uma página do zero e totalmente personalizada para o blog, mas tudo isso vai depender da disponibilidade de recursos financeiros de cada pessoa.

Por exemplo, o Social Triggers do Derek Halpern custou cerca de USD$25,000 em seu último redesign.

É bom saber que existem possibilidades para todas as realidades.

E geralmente você pode criar um template exclusivo com freelancers de sites como o www.upwork.com, www.freelancer.com, www.workana.com, etc…

Já vi caras cobrando de R$700 a R$25,000 para criar um blog do zero aqui no Brasil.

4. Detalhes Sobre o Layout do Seu Blog

Você já parou para pensar que a maioria das pessoas acessam a internet em tablets e smartphones?

E a regra não vale apenas para as redes sociais, mas notícias, e-mails e acesso a diversos outros conteúdos acontece nessas plataformas digitais.

Então amigão, já considere que seu blog precisa ser responsivo, uma tendência sem volta no mundo.

E você pode aprender muito sobre isso neste treinamento aqui.

Entenda que o formato de uma página criada para ser exibida em uma tela convencional de computador é bem diferente das necessidades que uma tela de tablet requer, não é mesmo?

E caso você ainda não saiba, layout responsivo é aquele que se adapta facilmente aos diferentes formatos de tela e não compromete a qualidade gráfica do seu blog, quando ele for acessado em telas menores como a dos dos smartphones.

Voltando a falar de WordPress, tanto em suas versões pagas quanto nas gratuitas ele oferece layouts responsivos.

Mas seja qual for a sua escolha de plataforma, não se esqueça desse pequeno detalhe.

5. Tipos de Conteúdo Que Seu Blog Pode Oferecer

Os principais conteúdos que um blog tende a oferecer são aqueles de texto e imagens, mas hoje também é possível integrar vídeos.

Tudo isso vai depender das suas necessidades comerciais e dos assuntos abordados.

Os textos precisam ser claros, coerentes e objetivos, levando realmente informação de qualidade ao leitor.

O mesmo serve para as imagens, que devem ser escolhidas de acordo com o assunto tratado e precisam seguir um certo padrão de qualidade.

Ainda sobre as imagens, algumas delas precisam passar por tratamento, então, pode ser que tenha a necessidade do apoio de um profissional nessa área também.

Ou, se você quiser aprender Photoshop e não depender de ninguém, recomendo a Academia do Photoshop, que não é só pra lembrancinhas, mas pra quem quer iniciar mesmo nessa área.

Entenda que tudo isso não pode ser encarado como gastos extras, mas sim como ferramentas para que seu blog possa se desenvolver de forma profissional (e que se torne competitivo o quanto antes, afinal, ninguém cria negócios por brincadeira).

6. Conheça Alguns dos Melhores Nichos do Momento

Em primeiro lugar, você deve sempre apostar em sua ideia e pensar em fazer algo diferente do que já está disponível no mercado.

A internet funciona porque todo dia tem novidades, então, se você estiver pensando em fazer mais do mesmo é só perda de tempo criar um blog.

É claro que é interessante se inspirar naqueles exemplos que deram certo…

Mas inspire-se somente naquilo que transformou o blog em um negócio profissional.

E quando falamos em nichos não significa que seguir algum deles será garantia de sucesso, mas um caminho interessante que poderá ser explorado de diversas formas.

Alguns dos principais nichos explorados são:

  • Moda
  • Marketing e Negócios
  • Futebol
  • Saúde e Beleza
  • Nutrição
  • Apostas Online
  • Viagens
  • Adultos (isso, aquele que movimento bilhões de Dólares no mundo)
  • Relacionamentos
  • Informática
  • Cinema
  • Fotografia
  • Culinária
  • Animais
  • Decoração

E aqui eu vou te dar uma dica valiosíssima:

Para ver qual é o volume de pessoas que buscam sobre determinada palavra-chave, crie uma conta no Google Adwords e acesse a ferramenta “Planejador de Palavra-Chave”.

Essa ferramenta vai te dar uma ideia sobre quantas buscas no Google você encontra todos os meses para determinadas palavras.

Eu tenho um post EXTREMAMENTE completo sobre isso e você pode ler aqui.

7. Como tornar o blog rentável

Antes de pensar em como transformar seu blog em algo rentável, o importante é atrair visitantes todos os dias para a página, pois a rentabilidade será consequência disso.

Veja bem: não existe dinheiro sem tráfego.

É exatamente igual a uma loja de rua.

Se não tiver pessoas, não tem faturamento.

E um dos métodos mais sérios que eu conheço pra você levar tráfego para seu site é o Facebook Ultimate.

E depois que você conseguir levar os seus primeiros visitantes, você tem o desafio de fazer essas pessoas voltarem a seu site.

É claro que você precisa aproveitar ao máximo essas visitas e converter seus leitores em uma lista de e-mails.

E depois você tem o desafio de fazer os seus leitores voltarem a seu blog.

E isso acontece pela qualidade do conteúdo, nível de informação e confiabilidade de suas postagens…

O retorno financeiro será consequência do seu profissionalismo, assim como em qualquer outro tipo de trabalho.

Sem ter uma audiência considerável, será praticamente impossível ganhar dinheiro…

Para facilitar, antes de colocar o blog em prática crie um plano de negócios com as estratégias e o passo a passo de seu desenvolvimento, assim, tendo objetivos será mais fácil alcançar bons resultados.

*E essa é uma dica que eu te dou pra tudo nessa vida: tenha sempre um objetivo.

8. Não espere por milagres, busque suas próprias parcerias

Quando você atingir um público fiel de leitores para o seu blog, naturalmente surgirão inúmeras empresas e parcerias que resultarão em monetização para a sua página…

Mas isso não significa que você precisa ficar sentado esperando por essas oportunidades…

Pelo contrário, será muito interessante buscar esses recursos e mostrar ao mercado o que você está fazendo de inovador.

Mas é como eu expliquei, as parcerias serão concretizadas a partir do momento em que seu blog for bem acessado e, então, tudo fica mais fácil.

Com seus dados de acesso em mãos, atestando quem é o público bem definido (e sua qualificação), escolha várias empresas que tenham a ver com o blog e apresente pessoalmente uma proposta comercial de anúncios.

Obviamente, no começo o desafio será grande, ainda mais por você não ter experiência no assunto, mas não se deixe abater pelas negativas iniciais e continue mostrando o seu trabalho a quem poderá fazer a diferença.

9. As redes sociais te ajudarão a expandir o alcance da página

Hoje em dia, não podemos desconsiderar o alcance das redes sociais, ainda mais em se tratando da divulgação de um blog.

YouTube, Facebook e Instagram são as redes mais conhecidas e que te ajudarão a transforma-lo em um verdadeiro negócio.

No entanto, é preciso saber usar a todos esses recursos de modo profissional, ou seja, atualizar uma fanpage no Facebook não é a mesma coisa de postar um conteúdo em um perfil pessoal e o mesmo serve para todas as outras redes sociais.

Outro ponto a levar em consideração é a linguagem utilizada.

Cada rede social tem um propósito diferente.

O Facebook contempla a divulgação de textos e imagens, enquanto que o YouTube é uma ferramenta para a divulgação de vídeos e o Instagram é perfeito para o compartilhamento de fotos.

Parece óbvio isso que eu to falando, mas você precisa entender o objetivo de cada rede social e usar isso a seu favor.

Isso significa que nem sempre o seu blog terá a necessidade de conversar com todas essas linguagens e o importante é identificar o que poderá ser complementar a ele (nessas redes).

Então, pode ser que somente o Instagram seja necessário para a divulgação do seu blog, que explora as imagens, enquanto que para outros o YouTube poderá ser melhor.

Analise bem o perfil do seu público e o que ele quer ver, levando em consideração o tipo de conteúdo que você produz.

10. Peça ajuda a quem entende sobre o assunto

Você já percebeu que a criação de um blog exige atenção a detalhes diversos: design, curadoria de imagens, elaboração de textos e atualização de redes sociais…

Tudo isso sem contar a questão técnica: escolha de plataforma, servidor e domínio, por exemplo.

Por mais que tudo isso pareça simples, é interessante que você tenha a possibilidade de contar com a ajuda de quem entende sobre o negócio…

E mesmo que não tenha condições financeiras para contratar outros profissionais a princípio, uma boa alternativa é a criação de sociedades.

Por exemplo, se você tiver um amigo que seja expert em design, de repente pode propor a ele uma parceria.

Depois, quando o blog estiver rentável, dividir os lucros.

Mais uma vez, a dica é:

Trate seu blog como um projeto profissional e vá em busca de pessoas que poderão trazer valor a esse projeto, mesmo que incialmente ele não seja rentável.

11. Atualizações precisam manter uma frequencia

Um fator muito importante que influencia diretamente o poder de alcance do blog é a frequencia de atualização.

Na internet, as pessoas estão sempre em busca de novidades e aqueles leitores fieis esperam que todos os dias possam encontrar novidades e conteúdos relevantes em seu espaço.

Antes de colocar o blog no ar pense a respeito disso, pois a dedicação precisará ser diária, do contrário, pouco a pouco os leitores perderão o interesse e deixarão de visitar o seu ambiente – o que significa prejuízo.

Mesmo que as atualizações não sejam diárias, estabeleça desde o início qual será a periodicidade a ser seguida, de modo que os leitores se orientem também.

Falando de leitores, normalmente eles adoram interagir através dos comentários e todos os dias é preciso estar atento para isso também.

Afinal de contas, eles gostam de perceber que estão sendo tratados com atenção e que você também tem interesse em ouvir o que eles têm a dizer.

Fique de olho nessa demanda, pois muitas vezes também os comentários são cheios de sugestões que ajudarão a melhorar o seu trabalho.

Por todos esses detalhes é que a criação de um blog precisa ser algo muito bem pensada, pois depois que ele for colocado no ar o trabalho será diário.

12. Conteúdo sem qualidade não chama a atenção

Qualquer tipo de informação pode ser encontrada na internet, então, para que alguém possa ter interesse em acessar o seu blog é preciso que ele ofereça algo realmente diferenciado e autêntico, do contrário, será apenas uma cópia do que já é feito por aí.

Seja coerente com suas postagens e procure saber também o que o seu público-alvo tem interesse, pois assim será mais fácil criar postagens direcionadas.

Cada blog segue um tipo único de linguagem e conversa com um público…

Por isso, copiar conteúdo de terceiros não significará retorno para o seu blog, pois a busca dos leitores é sempre por algo novo e que não poderá ser visto em outro lugar da maneira que você aborda.

13. Conheça alguns exemplos de sucesso que podem te inspirar

Para quem está começando, uma dica interessante é buscar referências em quem já se estabeleceu no mercado, de acordo seu segmento.

Imagine que você queria criar um blog sobre viagens e ainda tem dúvidas sobre como abordar os assuntos.

Selecione quais são os principais blogs desse segmento e analise cada um deles, identificando o tipo de linguagem, quais assuntos são mais abordados, o público com quem cada um deles se relaciona, como acontecem as parcerias comerciais, o tipo de layout que se mostra mais agradável e os recursos gráficos usados, por exemplo.

Isso não significa que você irá copiar informações, pelo contrário, servirá como referência para entender o que já deu certo e não precisa mais ser feito, além de perceber possíveis erros que você não irá cometer.

14. Comece agora mesmo!

Criar um blog interessante não é um bicho de sete cabeças.

Com boas ideias você poderá conquistar muito espaço, crescer e fazer um negócio lucrativo.

Mesmo que algumas pessoas não comprem suas ideias ou mesmo te desmotivem, não se deixe levar pela negatividade e invista no que você acredita.

Críticas são boas e podem nos ajudar a melhorar, mas sua força de vontade poderá fazer toda a diferença para que um negócio dê certo.

Aposte em você e comece agora mesmo a pensar em seu próximo passo!

O que achou do post?

Comente abaixo dizendo se faltou alguma dica importante para criar um blog do zero.

Até breve e sucesso pra você!

Share.

About Author

Marcelo Pimenta é fundador da LeadseVendas.com, uma empresa especializada em aquisição de clientes (marketing de performance, SEO, landing pages, email marketing, growth hacking).Pós graduado pela ESPM e com especialização em Negócios Internacionais pela Florida International University (Miami, EUA).Foi Diretor de Marketing da Verisure Brasil, a maior empresa de Alarmes Monitorados da Europa.Foi um dos co-fundadores da Vale Presente Mastercard, onde atuou por 4 anos como Gerente Geral de Marketing e Produtos.Além disso, trouxe a marca americana de camisetas Threadless para o Brasil e foi head da área de social commerce da varejista Magazine Luiza.Ajuda empreendedores em todo o Brasil e organiza o meetup dos Growth Hackers de SP http://meetup.com/growth-hackers-spLinkedin: http://br.linkedin.com/in/pimentamarcelo/ e-mail: pimenta@businessideas.com.br

Leave A Reply