Você sabe o que é um “growth hacker”?

7

Quem acompanha o mundo das startups já deve ter visto este termo: growth hacker.

Pode ser meio novo aqui no Brasil, mas no Vale do Silício nem tanto.

growth hacker

Ao pé da letra soa algo como hacker ou invasor do crescimento, mas vamos tentar traduzir melhor isso.

O termo aparece frequentemente em alguns cargos, como no caso do Samir Patel, que é um dos mestres do Growth Hacking e tive a oportunidade de conhecer algum tempo atrás.

Na verdade o growth hacker é uma posição extremamente desejada nas novas empresas…

Ao invés de ser aquele tradicional marketeiro coxinha, que adora trabalhar com grandes verbas, é um profissional muito mais completo, que entende de códigos, linguagem técnica, UI, UX, SEO, inbound marketing, redação de bom conteúdo e vai atrás de respostas bem mais complexas do que “torra seu dinheiro no AdWords”.

“O growth hacker é um híbrido de marketeiro e desenvolvedor” (essa citação veio do artigo do Andrew Chen, um dos pioneiros deste termo no Vale do Silício).

É aquele que olha praquela pergunta trivial “como consigo clientes pro meu produto?” e responde com testes A/B, landing pages, entregabilidade de emails e marketing viral.

E muito além disso, tratam a disciplina do marketing direto com ênfase extrema em resultados e análise de informações baseadas em queries e planilhas, se necessário.

Se uma startup está em fase de pré-lançamento, o growth hacker vai pré-implementar o poder do viral e do boca a boca pro sucesso do produto.

E já na fase pós-lançamento, vai certamente focar naquilo que dá resultado quando a “criança” já estiver caminhando.

Growth Hacker vs Marketeiro Tradicional

Podemos dizer que o papel do marketeiro tradicional está seriamente comprometido.

Aquele cara que está acostumado a pegar uma verba milionária, contratar uma agência de propaganda e emplacar um filme de 30″ na Globo já era.

Estou percebendo uma busca constante por profissionais cada vez mais completos.

Assuntos como entregabilidade de email, tempo de carregamento de páginas e Facebook login já não são mais assuntos técnicos.

“Esse servidor vai aguentar?”, “vamos garantir a captação dos leads?”, “que disparador vamos usar?”, “esse domínio já ta quente?”, “já prototipou a nova home?”.

Todas essas são questões que escuto nos tais departamentos de marketing pelas empresas que passo.

É um movimento sem volta onde a tecnologia trabalha para o produto, que trabalha para a captação de leads, que trabalha para as vendas e vice-versa.

Até mesmo as grandes corporações estão incubando suas próprias labs para ver se saem da mesmice, das ideias “dinossáuricas” e das cabeças antiquadas.

Eu poderia ficar horas falando sobre esse assunto, porque ficou muito fácil perceber que ideias inovadoras estão mudando mercados inteiros.

Empresas saem de zero para 10 milhões de clientes em questão de meses.

Por isso não serei prolixo, vou resumir:

Ninguém imaginava, há alguns anos, existirem empresas como o Airbnb, o Instagram, o Dropbox ou o EasyTaxi. 

Produtos como esses surgem a cada semana e estão conectados a plataformas de comunicação ultra potentes, que mexem com o psicológico de milhões de pessoas ao mesmo tempo.

E são elas mesmas que proliferam esses produtos.

O mercado não é somente gigantesco, ele se move MUITO rápido.

E esse mesmo mercado está implorando por profissionais completos, que resolvam todos os tipos de problemas ligados a tecnologia e sobre como crescer uma base de clientes, de compradores recorrentes, de fãs de uma marca ou de uma comunidade bem engajada.

Sem contar na modelagem de negócio, ou seja, “como ganhar dinheiro com isso?”

Pense bem na oportunidade que você tem pra se desenvolver ou sobre o próximo marketeiro que você vai contratar.

Se você quiser mais informação e leitura sobre Growth Hacking, eu já fiz vários posts e inclusive já fiz uma palestra online a convite do pessoal da SEM Rush sobre o tema.

Você pode encontrar este material nos links abaixo:

Growth Hacking Na Prática: Aprenda Com Marcelo Pimenta

Growth Hacking: 10 técnicas de vendas para aumentar a conversão do seu e-commerce

Nós Lotamos o 1º Encontro dos Growth Hackers SP

Share.

About Author

Marcelo Pimenta é fundador da LeadseVendas.com, uma empresa especializada em aquisição de clientes (marketing de performance, SEO, landing pages, email marketing, growth hacking).Pós graduado pela ESPM e com especialização em Negócios Internacionais pela Florida International University (Miami, EUA).Foi Diretor de Marketing da Verisure Brasil, a maior empresa de Alarmes Monitorados da Europa.Foi um dos co-fundadores da Vale Presente Mastercard, onde atuou por 4 anos como Gerente Geral de Marketing e Produtos.Além disso, trouxe a marca americana de camisetas Threadless para o Brasil e foi head da área de social commerce da varejista Magazine Luiza.Ajuda empreendedores em todo o Brasil e organiza o meetup dos Growth Hackers de SP http://meetup.com/growth-hackers-spLinkedin: http://br.linkedin.com/in/pimentamarcelo/ e-mail: pimenta@businessideas.com.br

7 Comentários

  1. Pingback: Fala, CMO! Vale Presente com Marcelo Pimenta

  2. Pingback: Growth Hacking: 10 técnicas de vendas para aumentar a conversão

  3. Pingback: 10 técnicas de Growth Hacking para aumentar a conversão

  4. Pingback: Nós Lotamos o 1º Encontro dos Growth Hackers SP - Business Ideas - Idéias de Negócios

  5. Pingback: Fala, CMO! – Marcelo Pimenta da Vale Presente – Inteligência Rock Content

  6. Pingback: Fala, CMO! – Marcelo Pimenta da Vale Presente - Inteligência Rock Content Inteligência Rock Content

Leave A Reply