Impressoras 3D: O Que Elas Andam Fazendo Por Aí

0

Olá empreendedores!

Estou aqui hoje para compartilhar ideias de negócio relacionadas a uma tecnologia que tem crescido muito: a Impressão 3D.

Apesar de parecer algo recente, sabia que a primeira impressora 3D já completou mais de 30 anos?

O primeiro modelo foi criado pelo norte-americano Chuck Hull em 1984 e em 1986 ele fundou a 3D Systems Corp. que ainda está presente no mercado.

Para se ter uma ideia, na década de 90 uma impressora custava em torno de 1 milhão de dólares, enquanto hoje pode-se encontrar versões a partir de mil dólares.

Na verdade, existem projetos de impressoras por menos de 200 dólares, esse é o caso do Tiko, que você pode conhecer nesse vídeo:

 

E os avanços que tanto permitiram a evolução desses equipamentos como tem tornado as impressoras 3D cada vez mais acessíveis, também possibilitam a expansão da sua utilização em diferentes setores.

Impressoras 3D Podem Imprimir Sua Casa

Algum tempo atrás poderia parecer absurdo alguém querer imprimir uma casa ou outro tipo de edificação.

Porém, com as impressoras 3D isso já é uma realidade.

A empresa chinesa Win Sun já vem utilizando impressoras 3D para criar diferentes edificações há alguns anos.

Além da rapidez, a empresa reutiliza materiais, tornando as construções sustentáveis e ecológicas também.

Dá uma olhada em como funciona isso:

Imprimindo Comida

Olha essa! Você já imaginou comer algo que foi impresso?

Hoje já temos opções no mercado de máquinas que imprimem alimentos utilizando chocolate, merengue, gelatina, marzipan e muitas outras matérias-primas.

Confere o vídeo de apresentação desse projeto que conseguiu arrecadar mais de 40 mil euros através do KickStarter (plataforma de crowdfunding):

 

Bocusini pode ser adquirido por menos de 3 mil euros, mas nesse momento só está disponível para entrega na Alemanha, local de origem do projeto.

Além disso, o Food Ink, restaurante móvel, utiliza a tecnologia mais avançada, que inclui impressão 3D e realidade aumentada, para criar experiências únicas.

Dá uma olhada nesse vídeo sobre o evento com várias opções de comidas preparadas usando impressoras 3D:

 

Bem legal, né?

Imprimir para salvar vidas

Se já é incrível quando vemos o que as impressoras 3D podem fazer nos campos da Construção Civil e Culinária, o que dizer então das aplicações na Medicina

Criar protótipos de ossos fraturados ou órgãos com deficiências ajudam os médicos a planejar e se preparar melhor para os procedimentos cirúrgicos.

As impressões 3D de diferentes partes do corpo podem ser utilizadas também para a conscientização dos pacientes e em pesquisas na área médica.

Além disso, têm-se desenvolvido tecnologias para utilizar as impressoras 3D para imprimir tecidos de acordo com os ferimentos de um paciente, e inclusive para imprimir órgãos e tecidos para serem transplantados em pacientes…

Como foi mostrado em um TED talks, que você pode conferir aqui (a partir de 10:34 minutos você pode ver a impressão de um rim):

A impressão 3D tem limites?

Todos os exemplos que compartilhei são apenas uma pequena amostra das utilizações de impressoras 3D em algumas áreas.

Sem dúvida, ainda há muito o que avançar mundialmente quanto à utilização dessas tecnologias, e muitas ideias de negócios que podem surgir.

Agora pense você no mercado brasileiro. Imagine quantas oportunidades estão por vir no campo da robótica e das impressoras 3D propriamente ditas.

Você enquanto empreendedor deve ficar de olho nisso, porque a realidade pode passar pelos seus olhos em breve.

Como você pode aplicar essa tecnologia em seu dia a dia?

E aí, você conhece algum case de impressoras 3D para melhorar a vida das pessoas? Comente aí e colabore com outros leitores!

Share.

About Author

Marcelo Pimenta é fundador da LeadseVendas.com, uma empresa especializada em aquisição de clientes (marketing de performance, SEO, landing pages, email marketing, growth hacking).Pós graduado pela ESPM e com especialização em Negócios Internacionais pela Florida International University (Miami, EUA).Foi Diretor de Marketing da Verisure Brasil, a maior empresa de Alarmes Monitorados da Europa.Foi um dos co-fundadores da Vale Presente Mastercard, onde atuou por 4 anos como Gerente Geral de Marketing e Produtos.Além disso, trouxe a marca americana de camisetas Threadless para o Brasil e foi head da área de social commerce da varejista Magazine Luiza.Ajuda empreendedores em todo o Brasil e organiza o meetup dos Growth Hackers de SP http://meetup.com/growth-hackers-spLinkedin: http://br.linkedin.com/in/pimentamarcelo/ e-mail: pimenta@businessideas.com.br

Leave A Reply